sexta-feira, 18 de agosto de 2017

‘Revolução Permanente’ é o novo veículo de comunicação da TML

A TML lançou o seu jornal impresso, denominado Revolução Permanente, um tabloide de 4 páginas, com tiragem de 3.000. O jornal contém o Editorial apresentando a TML e divulgando o Coletivo Revolução Permanente (CoReP), da qual o nosso grupo é simpatizante.

Além disso, há um artigo sobre o Manifesto por uma Arte Revolucionária, elaborado por André Breton, Diego Rivera e Leon Trotsky,  documento histórico esse que segue atual ainda nos dias de hoje, colocando a luta pela liberdade total de criação artística.

Outro sobre a necessidade da convocação de um congresso de  base da classe trabalhadora, visando estruturar uma alternativa de poder operária e camponesa. Também consta um artigo sobre a luta contra o golpe para derrubar Nicolás Maduro na Venezuela, onde defendemos o armamento do proletariado para derrotar aos golpistas,

Ainda há um artigo sobre a Revolução Russa que completará 100 anos no próximo dia 7 de novembro (25 de outubro pelo calendário russo da época), no qual iniciamos um resumo histórico que seguirá nos próximos números do jornal, abordando as principais lições da revolução bolchevique.

O jornal Revolução Permanente passa a ser o principal órgão de comunicação da TML. A ideia é editá-lo com periodicidade bimensal. Nesses pouco mais de dois anos de existência de nossa tendência (antes denominada Tendência Socialista Operária), inicialmente a nossa intervenção cotidiana era baseada, primeiramente, nos Boletins da TML, que editamos diversos números.

No último período, demos o nome de Luta de Classes ao nosso Boletim, o qual segue impulsionando a nossa intervenção no movimento operário e popular e que já editamos até o momento 6 (seis) números, o qual continuará praticamente do mesmo jeito, em razão de ser um instrumento ágil para a nossa luta cotidiana, apenas agora adquirindo um caráter complementar, porque o jornal passa a ser o nosso militante n. 1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário