quarta-feira, 9 de novembro de 2016

CSP-Conlutas tem indeferido pedido de anulação da Assembleia do Sindicato dos Servidores de S. Bernardo

A CSP-Conlutas, por meio de militantes do PSTU e PSOL, teve indeferido na Justiça o pedido de anulação da Assembleia Geral Extraordinária que elegeu a Junta Governativa, no dia 14 de outubro, no Teatro Cacilda Becker. 

A alegação da CSP-Conlutas era de que não houve a presença de uma representante do Ministério Público do Trabalho (MPT), fato totalmente irrelevante. Na verdade, o que está ocorrendo é que a Conlutas tenta preparar o terreno para uma intervenção dos golpistas no Sindicato, o qual é filiado à Central Única dos Trabalhadores (CUT). Agem como os pelegos na época da ditadura militar, apoiando-se na Justiça burguesa e no Ministério Público do Trabalho. 

Após as eleições acirradas em setembro passado, entre a Chapa 1, ligada à CUT, e à Chapa 2, ligada à CSP-Conlutas, ocorreu a interrupção das eleições, pela Justiça burguesa,  a requerimento do Ministério Público do Trabalho,  tendo sido declarada a vacância na diretoria do Sindicato.

Todavia, na Assembleia Geral Extraordinária do dia 14 de outubro, conforme os Estatutos do SINDSERV, a categoria elegeu uma Junta Governativa, formada por elementos classistas, liderados pela camarada Simone Bazilevski, que foi eleita presidente da mesma.

A Junta Governativa já soltou o Edital para as próximas eleições, que serão realizadas no dia 8 de dezembro próximo.

Além disso, a Junta Governativa impulsiona as atividades sindicais e a mobilização das bases da categoria sobretudo contra a PEC 241, a chamada PEC do fim do mundo, sendo tal fato fundamental para a luta contra o golpe.

Agora cumpre aos servidores públicos municipais de São Bernardo do Campo elejam uma nova diretoria para o SINDSERV comprometida e voltada para as lutas da categoria por novas conquistas e melhores condições de trabalho, na perspectiva da independência política da classe trabalhadora.

Assembleia Geral Ordinária do SINDSERV, dia 10 de novembro 

Publicamos abaixo a convocatória da Assembleia Geral Ordinária para eleição da Comissão Eleitoral:

*Todos à Assembleia Geral Ordinária de amanhã, 10 de novembro* O SINDSERV convoca todos os servidores associados ininterruptamente à entidade no mínimo há seis meses (contados do dia da Assembleia) e em dia com as obrigações estatutárias, à ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA para eleição da COMISSÃO ELEITORAL, que acontecerá na *quinta-feira, 10 de novembro*, com primeira chamada às 18h30 e segunda chamada às 19h, no *Ginásio Manoel Guarini, da Associação dos Funcionários Públicos de São Bernardo do Campo*, localizado na Rua Vinte e Oito de Outubro, nº 61, Centro, São Bernardo do Campo.”

- Viva a Junta Governativa classista!

- Liberdade de expressão, manifestação e organização sindical!

- Abaixo o golpe!

- Fora Temer! 

Tendência Marxista-Leninista, por um partido operário marxista revolucionário

Nenhum comentário:

Postar um comentário