sábado, 28 de maio de 2016

CIA, Moro e STF preparam a prisão de Lula e dos dirigentes do PT

O jornalista Cláudio Humberto, da Rádio Bandeirantes, em seus comentários, que foram reproduzidos agora de madrugada, neste sábado, dia 28/5, disse que está ocorrendo uma longa (em várias sessões) “delação premiada” de Marcelo Odebrecht, o ex-presidente da Construtora Noberto Odebrecht, contra o presidente Lula e os dirigentes do Partido dos Trabalhadores (PT).

Indagado pela radialista Thays Freitas, sobre uma eventual “delação premiada” de Zé Dirceu, o jornalista Cláudio Humberto disse não acreditar, porque Zé Dirceu é um guerrilheiro, preparado para situações adversas, que não entrega os companheiros nem sob tortura. Olha, esse jornalista sabe o que fala!

Muito significativa e interessante essa resposta do jornalista Cláudio Humberto, porque também confirma, indiretamente, o que vem dizendo a Tendência Marxista-Leninista sobre a “República do Paraná”, ou seja, que Curitiba tornou-se  a Nova Guantánamo, onde as pessoas são presas, sem culpa formada (isto é, sem nenhuma acusação), um verdadeiro centro de tortura, que será lembrado como no novo DOI-CODI, o da ditadura de 2016.

Assim, fica mais uma vez confirmada a farsa da "Operação Lava Jato", provavelmente uma operação patrocinada diretamente pelos Estados Unidos e a CIA, com prisões “temporárias” e “preventivas”, “delações premiadas”, “confissões”, enfim torturas e procedimentos nazi-fascistas, apenas para quebrar os empreiteiros e empresários que apoiaram os governos de Lula e Dilma do PT e colocar todos na cadeia, principalmente os dirigentes petistas, como fizeram com a condenação sem prova de Zé Dirceu pelo Supremo e por Moro, com base na nazi-fascista "Teoria do Domínio do Fato", e depois seguir perseguindo os movimentos sociais e populares, para impor a escravização da classe trabalhadora e entregar as riquezas nacionais, como a Petrobrás (pré-sal) para Chevron e Shell, programa esse de “combate à corrupção” que o imperialismo norte-americano vem tentando desde a época da União Democrática Nacional (UDN) de Carlos Lacerda, passando pela Aliança Renovadora Nacional (ARENA) e o Partido do Movimento Democrático Brasileiro (antigo MDB), ambos partidos da ditadura militar de 1964, sendo que o PMDB segue sendo o partido da ditadura Temer/Cunha de 2016, exata e precisamente para colocar os corruptos no poder para atender aos interesses norte-americanos.

Portanto, segue a escalada golpista e ditatorial, visando a prisão de Lula e dos dirigentes do PT.

O movimento operário e popular precisa ir para as ruas, utilizando-se dos seus métodos próprios, a ação direta das massas, para derrubar de forma revolucionária a ditadura Temer/Cunha, colocando abaixo todas as instituições golpistas do Estado burguês, como o Poder Judiciário, o Supremo Tribunal Federal, o Ministério Público Federal, o Congresso Nacional fantoche, dissolvendo a Polícia Federal (a polícia política do golpe) e as polícias militares estaduais.

Para tanto, é fundamental que a Frente Brasil Popular e a Frente Povo Sem Medo convoquem uma greve geral, com comandos eleitos nas fábricas, empresas, bancos, repartições públicas, nos campos, nas empresas agrícolas, nas escolas e nas universidades. Além disso, é importante a formação de comitês de autodefesa, as milícias operárias e populares a partir dos sindicatos.

- Não à prisão de Lula e dos dirigentes do PT!

- Pelas liberdades democráticas!

- Pela libertação dos presos políticos!

- Pela liberdade de manifestação e expressão!

- Pela liberdade de organização e associação!

- Pela dissolução da Polícia Federal (a polícia política do golpe) e das polícias militares estaduais!

- Abaixo a ditadura Temer/Cunha!

- O povo na rua derruba a ditadura Temer/Cunha!  

Tendência Marxista-Leninista, por um partido operário marxista revolucionário

Nenhum comentário:

Postar um comentário