sábado, 23 de abril de 2016

Golpistas Temer e Cunha tentam formar ministério da ditadura

O vice-presidente Michel Temer e o deputado Eduardo Cunha serviçais da embaixada americana e agentes da CIA, os quais lideram o golpe da burguesia entreguista e do imperialismo norte-americano, tentam formar o ministério da ditadura golpista. 

Num primeiro momento, procuraram o ex-presidente do Banco Central do governo Fernando Henrique Cardoso, Armínio Fraga, e economista ligado ao Banco Itaú, Marcos Lisboa, os quais, segundo o monopólio da mídia golpista, não aceitaram o convite dos golpitas.

Agora os golpistas convidaram o ex-presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, ex-presidente do BankBoston, um notório serviçal do imperialismo norte-americano, o que confirma a participação da embaixada norte-americana, por meio de sua embaixadora, Liliana Aualde, profissional de golpismo, anteriormente expulsa da Venezuela, que deverá também ser expulsa do Brasil, quando o golpe derrotado.

Na Argentina, a ministra das relações exteriores da Argentina, Susana Malcorra, nomeada por Maurício Macri, presidente eleito da Argentina, também é uma notória agente da CIA. Macri assumiu o poder democraticamente, por meio de eleições, mas deu um golpe, governando através de decreto. Hitler também assumiu o poder democraticamente na Alemanha, em 1933, quando foi designado primeiro-ministro pelo Presidente Paul von Hindenburg, mas logo deu um golpe, incendiando o Reichstag, o parlamento alemão, numa provocação, passando a governar ditatorialmente, caçando os comunistas, os judeus e os trabalhadores.

A Tendência Marxista-Leninista entende que as mobilizações gigantescas  contra o golpe devem dar um salto de qualidade, motivo pelo qual está defendendo a proposta de que seja  preparada e organizada uma greve geral, com a eleição de comandos de greves, nas fábricas, nas empresas, nos bancos, nos campos, nas empresas rurais, nas repartições públicas, nas escolas e nas universidades, para impedir a posse dos ditadores Temer e Cunha.

Assim, prosseguindo a luta contra o golpe, está marcada uma Plenária contra o golpe – A luta continua, na Quadra do Sindicato dos Bancários, na Rua Tabatinguera, 192, Centro, São Paulo, na segunda-feira, dia 25, às 18 horas. 

Erwin Wolf

Nenhum comentário:

Postar um comentário