terça-feira, 22 de março de 2016

Contribuição para uma Plataforma de lutas contra o golpe em marcha

Mobilização permanente e ação direta das massas

Daqui prá frente, com base na rica experiência do proletariado Latino-americano contra os golpes de estado, a Tendência Marxista-Leninista propõe a seguir uma plataforma de lutas para desarmar e esmagar o golpe (“empeachment”):

- Que o PT rompa com a política de colaboração de classes, frente populista!

- Que o PT rompa com os partidos burgueses, como o PMDB, PRT, PSD, etc. e destitua os ministros burgueses!

- Que o PT, Lula e Dilma coloquem o Governo Federal e todos os governos do PT, como por exemplo, a Prefeitura de São Paulo, contra o golpe!

-  Que o PT abandone a política de ajuste fiscal!

- Que o PT revogue todas as medidas contra a Petrobrás e contra o Pré-sal!

- Que as fábricas e os bancos que fizerem lockout sejam ocupados e expropriados!

- Que o governo rompa a concessão de serviço público da Rede Globo, da Rede Bandeirantes, Rádio Globo, CBN, e demais emissoras golpistas!

- Que o MST ocupe imediatamente os latifúndios!

- Que sejam marcadas manifestações contra os golpistas estrangeiros, nos consulados e embaixadas dos principais países imperialistas, como Estados Unidos, Inglaterra, França, Alemanha e Japão! 

- Prisão imediata de todos os golpistas da Imprensa, da FIESP, da FIRJAN, do Judiciário, do Ministério Público!

-  Prisão dos comerciantes que remarcarem preços!

-  Estender os Comitês de autodefesa contra o golpe por todo o Brasil, nas fábricas, nos bancos, nos campos, nas escolas, nas universidades, nas centrais sindicais, nos sindicatos, nos movimentos populares e sociais, nas cidades, nos bairros e nos quarteirões!

Tendência Marxista-Leninista

Nenhum comentário:

Postar um comentário